Oposio est unida para aprovar denncia contra Temer - Alice Portugal
Twitter Facebook Rss Nosso Canal de Vídeos no Youtube

Oposio est unida para aprovar denncia contra Temer

Notícia Postada em 01/08/2017 as 18:55:09 hs
por: Ascom
Bancadas do PCdoB, PT, PDT, PSol, Rede, além de parlamentares de outras legendas, traçam estratégia para aprovar denúncia contra Michel Temer.
 
Foto: Richard Silva/PCdoB na Câmara
 
 
 
Um dia antes da votação da denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados, parlamentares da Oposição se reuniram, nesta terça-feira (01/08), para unificar as ações em Plenário. Ficou definido que o rito estabelecido pela Mesa Diretora será questionado, pois os deputados entendem que é preciso garantir transparência ao processo de votação.
 
A "compra de votos" tem sido uma das estratégias usadas pelo governo para garantir apoio em suas causas. Desde a divulgação da delação da JBS, no fim de maio, Temer já liberou mais de R$ 4 bilhões em emendas parlamentares, o que representa 97% do total empenhado no ano. Embora o pagamento da maior parte das emendas tenha se tornado obrigatório desde 2015, o ritmo de liberação é definido pelo governo. Para a líder do PCdoB, deputada Alice Portugal, o peemedebista está desvirtuando um mecanismo legítimo que os parlamentares têm para ajudar em suas bases.
 
“As emendas são legítimas, mas o que está se fazendo é um verdadeiro balcão de negócios. Montou-se a tenda no Palácio do Planalto e transformou-se emendas em moedas de troca. Lamentavelmente há uma distorção nisso tudo, o que acabará por desmoralizar esse mecanismo de atendimento social. É dramático, mas está havendo a prostituição do papel do parlamentar, usando a emenda como elemento de pagamento a determinadas posições políticas. Isso é um absurdo. Por isso, exigimos que os deputados ponham a cara nesse painel”, afirmou.
 
A proposta de rito apresentada pela Mesa Diretora da Câmara pode impedir o pronunciamento dos 513 parlamentares. O documento estabelece que os oradores inscritos para discussão do parecer aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania poderão usar a palavra por cinco minutos, mas após quatro oradores – sendo dois favoráveis e dois contrários – pode-se pedir o encerramento da discussão, desde que haja, ao menos, 257 deputados com registro no painel.
 
Sobre a questão dos deputados darem quórum à sessão, o líder da Minoria, José Guimarães (PT-CE) afirmou que “dependerá da avaliação do momento”, mas garantiu que a Oposição já é maioria. “Já temos a maioria de votos, mesmo com o governo tendo montado um verdadeiro balcão de negócios”, disse.
 
 
Fonte: PCdoB na Câmara, com adaptações
 
 

Mais Notcias

AGENDA

Contatos

Gabinete em Braslia-DF
Cmara dos Deputados - Anexo IV - Gab 420 - CEP 70160-900
Fones: (61) 3215-5420 / (61) 3215-3420 -
Fax (61) 3215-2420

Escritrio Poltico em Salvador-BA
Avenida Anita Garibaldi
Edifcio Ernesto Weckerle, n 1279, Sala 302.
Federao - Salvador Bahia - CEP 40210-750
Fone: (71) 3331-5792 / Fax (71) 3237-5294
imprensa.aliceportugal@gmail.com