Lder Alice homenageia o comunista Paulo Fonteles, assassinado h 30 anos no Par - Alice Portugal
Twitter Facebook Rss Nosso Canal de Vídeos no Youtube

Lder Alice homenageia o comunista Paulo Fonteles, assassinado h 30 anos no Par

Notícia Postada em 13/06/2017 as 19:46:34 hs
por: Ascom
Em pronunciamento no Plenário da Câmara, nesta terça-feira (13/06), a líder do PCdoB, deputada Alice Portugal, homenageou o advogado e ex-deputado estadual pelo partido no Pará, Paulo Fonteles, assassinado há 30 anos. Ele militou durante três décadas sempre empunhando com coragem e destemor as bandeiras da democracia, das liberdades políticas, da reforma agrária e da independência nacional.
 
“Em nome da bancada do PCdoB rendo minha homenagem a este herói do povo que foi preso político durante a ditadura militar, vítima de bárbaras torturas nos porões do Pelotão de Investigações Criminais, e que tombou vítima da mão armada do latifúndio exatamente por ter se transformado em um símbolo da luta do povo do Pará contra a violência de grileiros e grandes latifundiários”, disse Alice. Paulo Fonteles foi assassinado no dia 11 de junho de 1987.
 
Ele iniciou sua jornada política em movimentos ligados à ala progressista da Igreja Católica. Militou na Ação Popular Marxista-Leninista. Ao lado de sua companheira, Hecilda Veiga, mudou-se para Brasília de onde defendeu a radicalização do processo de resistência à ditadura. Cursou história da UnB e se tornou uma das lideranças mais influentes da juventude universitária, neste período, utilizando o codinome Peixoto. Conheceu os porões da ditadura. Ele e sua companheira foram submetidos às mais cruéis sessões de tortura. Paulo ficou preso num dos piores centros de tortura do país, o Pelotão de Investigações Criminais, o PIC; mas foi justamente ali que conheceu os heróis combatentes do Araguaia e decidiu ingressar nas fileiras do Partido Comunista do Brasil.
 
Paulo Fonteles morreu em 11 de junho de 1987, assassinado pela mão criminosa e impune do latifúndio. A ação que atentou contra a vida dele ocorreu no mesmo momento em que se votava, no âmbito da Constituinte, o Capítulo da Terra. Até hoje os mandantes do assassinato de Paulo não foram levados a julgamento e, como centenas de casos da pistolagem perpetradas pelo latifúndio, seu assassinado permanece impune, fato que revela o caráter pernicioso e seletivo do judiciário paraense e brasileiro.
 
“Em nome dos comunistas desta Casa, saúdo o herói Paulo Fonteles. Que seu exemplo sirva de incentivo a todos que lutam contra a violência e a impunidade no campo”, finalizou Alice no Plenário da Câmara.
 
Confira o discurso da líder Alice sobre o comunista Paulo Fonteles:
 

Mais Notcias

AGENDA

Contatos

Gabinete em Braslia-DF
Cmara dos Deputados - Anexo IV - Gab 420 - CEP 70160-900
Fones: (61) 3215-5420 / (61) 3215-3420 -
Fax (61) 3215-2420

Escritrio Poltico em Salvador-BA
Avenida Anita Garibaldi
Edifcio Ernesto Weckerle, n 1279, Sala 302.
Federao - Salvador Bahia - CEP 40210-750
Fone: (71) 3331-5792 / Fax (71) 3237-5294
imprensa.aliceportugal@gmail.com